A ociosidade de quem luta pelo seu “cantinho”

Olá, meus leitores fiéis! rs

Espero que 2.014 tenha se iniciado cheio de boas perspectivas.

Tenho me sentido TÃO ansiosa, que os medicamentos não estão fazendo mais efeito. Só não paro de tomar porque o meu psiquiatra disse que isso poderia ser muito prejudicial. De qualquer forma, já está na hora de andar com as próprias pernas.

Ai, gente…quero terminar logo a minha casa! Tudo está se encaminhando para isso, tenho feito tudo o que é necessário, mas não consigo controlar a ansiedade.

O pior de tudo é que, para variar, continuo me “confortando” com a comida. Acreditam que passei dos 70 Kg novamente? Isso faz com que eu me sinta uma fracassada…

Bem, iniciei esse post com o propósito de descrever o que uma pessoa que está construindo/reformando faz em seu tempo “ocioso”. Vamos lá:

– Quando está na internet fica lendo blogs/sites sobre construção/decoração ou pesquisando materiais que podem ser utilizados em sua obra.

– Programas preferidos na tv: “Design divino”, “Irmãos à obra”, “Reforma relâmpago”, “Cada coisa em seu lugar”, etc…

– Quando decide ler, escolhe diversas revistas sobre o assunto.

– Resolve sair para passear: se vai ao shopping, procura lojas de decoração;  se não tem lugar para ir, acaba nas lojas Telha Norte/Leroy Merlin/C&C/Di Cico e fica extasiada com tantas “novidades”. Com direito a fotos dos itens preferidos…rs

– Quando vai conversar com os amigos, pergunta sobre tudo o que foi feito em sua casa ou apartamento. E o ápice do bate-papo costuma ser o momento em que pode demonstrar seus conhecimentos na área…hahaha!

– Resolve fazer uma ligação, e procura em sua agenda alguma prioridade entre: xxx pintor, xxx encanador, xxx eletricista, xxx vidraceiro, xxx serralheiro, xxx marceneiro, entre outros.

No meu caso, tudo isso acompanhado de guloseimas, tentando “aplacar” a ansiedade.

Sei que parece exagero, mas juro que não é! Essa é a minha vida atualmente.

E até sinto prazer nisso tudo, mas já estou há 3 anos nessa “luta”, quero usufruir logo de tudo que consegui fazer.

Meu Deus esse período tem que acabar logo, senão vou ficar mais louca (e gorda) do que já sou!

A propósito, alguém pode me indicar um forno de embutir? Não tenho muita ideia de qual modelo vou comprar…rsrs

Beijos e uma excelente semana!!!

Anúncios

Retrospectiva 2013…rs

Olá, pessoal! Tudo bem?

De repente, me deu saudades de desabafar por aqui. O FB atrapalhou a minha vida de blogueira! rs

Bem, em termos de emagrecimento e construção, que são os assuntos principais desse blog, eu tive um ano bem produtivo.

Apesar de ter engordado uns 3 ou 4 Kg nesse fim de ano, consegui sair da obesidade. Preciso me disciplinar mais, e reforçar mais um pouco a minha autoestima, para seguir em frente rumo a um IMC normal.

Quanto à construção, estou nos “finalmente”. Os detalhes são os piores, acabam com a paciência e com o dinheiro de qualquer um! Até consegui um profissional que, acredito, vai trabalhar lá até terminar tudo. Só preciso organizar as finanças…

Foi um ano de grandes realizações, mas isso me custou afastamento dos amigos, diversão restrita ($) e muito anti-depressivo…hehe!

Tive também uns problemas graves na família. Gente bem próxima foi muito injustiçada, e isso mexeu muito comigo. Além disso, 2 pessoas queridas tiveram complicações na saúde, estão se recuperando, mas ainda sinto muito medo por elas…

Sendo sincera, eu me sinto culpada por estar tão feliz, diante dessas situações. Sei que não deveria, mas é que realmente sou muito abençoada, e não tenho certeza se mereço tanto.

Quando for mudar para a minha casa, vou ter que resolver um outro problema que me aflige, e que não tenho a menor ideia do que fazer. Falo mais sobre isso em outro post.

Em termos gerais, me sinto orgulhosa por ter batalhado tanto, e conseguido tantas coisas boas. Só gostaria que as pessoas ao meu redor tivessem a mesma “sorte”.

Ando me sentindo solitária, mas acho que é a época do ano.

Não é fácil sair da sua zona de conforto e assumir que virou “gente grande”.

Falei coisas totalmente sem sentido, né? Vocês já me conhecem, e sabem que sou assim mesmo…rs

Só passei mesmo para desejar um 2014 cheio de vitórias, e que os humanos se satisfaçam com as coisas belas da vida, que às vezes parecem minúsculas, mas quando ausentes, fazem uma diferença enorme.

Tudo de melhor para todos nós!!!

Grande beijo e fiquem com Deus!

 

Boa noite! Tudo bem, amigos?

Sabem que é até legal essa fase de “anonimato” do blog?  Fico mais à vontade para falar “abobrinhas”…rs

Bem, hoje farei um “pequeno” desabafo.  Se não quer ouvir lamentações, feche essa página imediatamente! rs

Acho que estou vivendo a crise dos “enta”. Tenho tanta urgência de viver, de conseguir realizar sonhos, de ser feliz, que isso está me atrapalhando.

Agora que estou na reta final da construção da minha casa, estou muito eufórica, mas passo facilmente desse estado para a melancolia. Pareço bipolar, sendo que não fico agressiva, só “doidinha”…rsrs

Eu brinco, mas a coisa é séria. Esses altos e baixos refletem diretamente no meu físico, não só na aparência horrorosa, mas também na saúde, claro!

Fico muito feliz, como muito e engordo. Fico muito triste, como muito e engordo. Me sinto tão idiota!

Sinto que não me esforço o bastante para ficar bem, e minha autoestima que já tem tendência a ser baixa, piora cada vez mais!

É triste admitir que a obesidade é outra doença crônica, ou seja, terei que tratar  pro resto da vida.

Já tenho que cuidar da hipertensão, diabetes e depressão, que também não têm cura, me frustra ter que me limitar tanto, tendo tão pouca idade (acho).

Não gosto de ficar me lamentando, afinal sou uma pessoa TÃO abençoada. Sempre consigo tudo o que eu quero, mesmo que tenha que me esforçar um pouquinho mais.

Mas às vezes cansa, sabem? Parece que não mereço ter uma vida normal (perceberam a ambiguidade das minhas palavras?).

Tenho medo de ir morar sozinha, e acabar me isolando do resto do mundo.

Ter vergonha de sair, de me divertir por conta da aparência física. Achar que não mereço realizar mais nenhum sonho. Ter vergonha de mostrar como realmente sou.

Às vezes me bate um pessimismo. Lembro de coisas ruins que me aconteceram e me questiono o que fiz de errado para essas coisas acontecerem…

Tive uma semana conturbada, acho que por isso estou com esse “aperto no peito”.

Gente, vou parar de escrever, pois já estou me sentindo uma “coitadinha”, e definitivamente, o papel de vítima não combina comigo!

Tenho consulta com o psiquiatra somente dia 02/10…vou conversar com ele sobre esses extremos.

Peço que me perdoem pela energia pesada. Quem me conhece sabe que não sou assim.

Desejo uma excelente semana a todos!!!

Beijos e obrigada por me aguentarem!

Resumo da minha saga com os médicos

Olá, galera. Tudo bem?

Vocês viram que a Gabi postou? Fui visitá-la 6ª feira…graças a Deus ela está bem, sente dores, mas nada que seja anormal diante da situação.

Voltando ao título do post, eu fui em mais alguns médicos essa semana:

Dermatologista – vou a cada 03 meses, por conta da acne. Já tinha até falado sobre o comentário que ela fez sobre o inchaço das minhas pernas. O que mudou no tratamento, é que estou usando pomada contra assaduras nos seios. Mereço?

Ginecologista – ele vai investigar melhor a SOP. Apesar de todos os sintomas, sempre me disseram que PROVAVELMENTE eu tenha a doença. Pedi prá ele confirmar. Me deu encaminhamento para ultra-sonografia (conforme novas regras gramaticais). Falou que, caso seja diagnosticada mesmo, o tratamento é  com anticoncepcional, ou seja, terei que voltar a tomar…

Vascular – fiz a ultra-sonografia das artérias renais e não deu nada, mas ainda tenho que agendar o retorno. Estou usando as meias horrorosas e tomando o remédio prescrito. As dores diminuíram muito. O inchaço persiste em algumas situações, mas também diminuiu.

Endocrinologista – a médica me examinou de “cabo a rabo”. Levei duas broncas: a pressão estava alta e meu percentual de gordura corporal é de 39,8%. Acho que o normal para mulher é 25% (alguém confirma prá mim?). Minha “cinturinha” mede 90 cm e o quadril 108 cm. Números assustadores! Quanto ao percentual de gordura, a ÚNICA forma de diminui-lo é fazendo atividade física.  Falei que já sei quase tudo sobre dietas, que não queria medicamentos e só fui para checar os exames. Mesmo assim,  ela me deu um cardápio, que eu não vou seguir pois não poderia comer nada do que gosto, isso não funciona prá mim! Falou que estou certa sobre os remédios, mas que se mudasse de ideia, ela receitaria na próxima consulta. Me pediu exames até da alma, mas não se mostrou interessada nas minhas “desculpas de gorda”…rsrs

Mudando de assunto, desde que iniciei a Dieta Coletiva, tenho me pesado diariamente, sendo que a pesagem oficial é às segundas-feiras. Essa semana, percebi que não estava emagrecendo, e me sentia mais inchada que o normal, mesmo comendo direito. Lembrei da TPM e isso se confirmou. Por conta desse fato, desde 6ª feira não me peso, e não vou me pesar amanhã também…não quero desanimar agora!

Nesses momentos, os medicamentos seriam de alguma valia, pois o emagrecimento seria maior e constante. Mas, e depois? Não quero me iludir novamente, mas confesso que às vezes bate um desespero…às vezes me sinto vencida!

Vou pensar em alguma atividade física e depois conto aqui.

Por falar nisso, conheci a Char na 6ª feira. Como ela é determinada! Acorda às 5:45 hs só prá malhar antes de trabalhar…quando eu crescer, quero ser igual a ela! Tá, eu acordo 5:00 hs todos os dias para trabalhar,  mas tenho o final da tarde livre…cadê a determinação, hein???

Vou ficando por aqui, desejando a todos uma ótima semana!!!

Beijos e fiquem com Deus!

Boas vibrações para uma grande amiga

Olá, pessoal. Tudo bem?

Amanhã às 06:00 hs minha grande amiga Gabi realizará sua gastroplastia.

Estou muito feliz por ela, pois sei que tomou a melhor decisão. Sei o quanto já sofreu com o efeito sanfona.

Ela  é uma pessoa maravilhosa, daquelas que compram briga pelos amigos, sabem? Uma pessoa que conquista já no primeiro contato.

Por isso, ela merece ser uma pessoa saudável e mais linda ainda.

Torço muito para que dê tudo certo (e sei que vai dar), aliás não vejo a hora de vê-la magricela…rs

Vamos mandar boas vibrações para essa pessoa deliciosa?

Um beijo a todos!!!

 

Gabi, no meu niver 2009

 

Eu e a Gabi no niver 2009 da Lilith

Vaidade

Olá, galera. Tudo bem?

Depois de engordar tanto, perdi muitas roupas.

O pior de tudo é que estou construindo uma casa, e quem está nessa situação não tem dinheiro prá ficar renovando o guarda-roupa.

A minha sorte é que a Lilith também perdeu muitas roupas (no caso dela, de forma positiva…rs), e ela me repassou  muitas delas.

De qualquer forma, não estou me vestindo como gostaria. Sempre fui muito vaidosa, mas agora visto o que me serve (as roupas me escolhem). Às vezes fico muito triste com o que vejo no espelho pela manhã. Pode parecer fútil, mas isso mexe demais comigo!

Dia desses fui à Palank, pois queria um vestido (adoro e tenho muitos, mas estão todos pequenos). O bom é que lá eu uso tamanho M…rs

Gostei de alguns e gastei uma fortuna (prá quem está construindo) em 03 vestidos. Pelo menos consigo me sentir um “pouquinho” feminina usando eles. Tenho muitas pulseiras, colares e relógios e acabo conseguindo “incrementar” um pouco os looks. Não acho que devo esperar emagrecer para voltar a me sentir mulher.

O ruim foi a culpa que senti depois, convertendo o valor gasto em sacos de cimento…kkkkkkkk

Pretendo fazer uma pequena transformação no visual hoje…talvez corte o cabelo mais curto (mesmo tendo cara de lua cheia). Estava deixando crescer, mas ele não cresce, então vou cortar…rs

Vou retocar as luzes e a progressiva…

Já tinha agendado esse horário há mais de um mês…minha autoestima está tão baixa, que se não fosse assim com certeza nem iria…

Bem, além de cuidar da minha saúde física e espiritual (conselho do médico também), preciso sim dar atenção à minha aparência, já que isso mexe comigo e acaba sendo importante também…

E vocês, gostam de se arrumar ou preferem esperar um peso menor?

Beijos! 

Dançando prá valer!!!

Olá, galera! Tudo bem?

Ontem começou aqui no Brasil a 2ª temporada de “Dance your ass off”. Eu assisti a 1ª temporada inteira, e simplesmente amei!

Prá quem não sabe, trata-se de um reality show, com 12 participantes que tentam perder peso dançando. É incrível a evolução pela qual eles passam em termos de técnica, de flexibilidade e também a mudança do corpo, é claro!

Me emociono muito quando vejo pessoas que realmente têm a dança na alma, que sentem a música de verdade e deixam o corpo fluir, sabem? E vendo isso em pessoas acima do peso é ainda mais emocionante…

Dancei dos meus 07 aos 17 anos ininterruptamente, e essa era a minha grande paixão. Não tinha muita técnica no início, mas paixão eu sempre tive. Me arrepio até hoje quando escuto algumas músicas. E até choro ao assistir certos filmes…hehe! Depois dessa época, voltei algumas vezes, mas não consegui manter a disciplina.

Lembro das avaliações que tínhamos para passar de uma faixa prá outra. Eu sempre tinha boas notas de “expressão”, justamente por demonstrar a minha paixão (eles exigem bastante isso no “Dance your ass off”). Era boa prá decorar as sequências também, mas nunca fui muito “flexível”. No último estágio que fiz, podia até ser considerada uma boa dançarina. Bons tempos aqueles!

Em certa fase da vida, treinava basquete no time da cidade, mas tive que optar por um ou outro, pois não combinava muito fazer “bandeja” com as pontas dos pés esticadas ou fazer “grand jeté” com os joelhos flexionados, né? Claro que optei pelo jazz (hoje conhecido como dança moderna, dança contemporânea, etc.). Minha irmã seguiu no basquete. 

Mas alguns “contratempos” da vida adulta me levou a fazer meus “grand jeté’s” e “piruetas” fora do palco.

Por algum tempo, ainda continuei dançando em frente à porta da geladeira da minha mãe (levando bronca), agora essa fase passou…rs

Não preciso dizer que assisti trilhões de vezes “Dirty Dancing”, “Flashdance”, “No balanço do amor”, entre outros, né?

Ah, abaixo um videozinho cuja música me arrepia e me faz relembrar os velhos tempos, apesar de achar que eu modificaria um “pouquinho” a coreografia (risos), mas a energia (paixão) da Alex é indiscutível. Dancei muito essa música nas festas de família…hahaha! 

 

 

Ah, e prá quem estiver interessado em acompanhar o programa, passa todas as sextas-feiras, às 20:00 hs, no Fox Life. Essa temporada está sendo apresentada pela Mel B (ex-gordinha e ex-Spice Girl).

Um beijão e tenham um resto de final de semana bem dançante!!!

P.S.: Assisti o Globo Repórter pela Internet e me deu uma vontade de fazer uma atividade física…pena que passa logo!